Dias úteis: 09h às 20h | Sábados: 10h às 18h 913 400 204 geral@recriarsentidos.pt

O que é a depressão?

A depressão é um estado de tristeza profunda, angústia, desânimo, desmotivação em que a pessoa se sente muitas vezes sem energia e vontade de viver. A realização das tarefas do dia-a-dia implica um enorme esforço e a pessoa sente-se incapaz de funcionar normalmente.

Causas da depressão

Os estudos científicos demonstram que não existe uma única causa da depressão. A depressão é biopsicossocial, ou seja, resulta da interação de fatores biológicos, psicológicos e sociais. Desta forma, a sua origem varia de pessoa para pessoa e pode dever-se à conjugação de vários fatores como:

  • Acontecimentos de vida significativos – como a perda de algo ou alguém significativo, conflitos relacionais, divórcio, doença, etc
  • Exposição prolongada a situações difíceis – nomeadamente, problemas financeiros, situações de violência, isolamento social
  • Experiências precoces adversas – traumas, abuso ou negligência nos primeiros anos do desenvolvimento
  • Personalidade – baixa autoestima, autocrítica excessiva, pensamento negativo recorrente e persistente
  • Hereditariedade – se algum familiar de primeiro grau tiver sofrido de depressão existe maior probabilidade da pessoa também poder sofrer
  • Alterações hormonais – alterações, nomeadamente, nas hormonas do stresse (cortisol)
  • Acontecimentos de vida significativos – como a perda de algo ou alguém significativo, conflitos relacionais, divórcio, doença, etc
  • Exposição prolongada a situações difíceis – nomeadamente, problemas financeiros, situações de violência, isolamento social
  • Experiências precoces adversas – traumas, abuso ou negligência nos primeiros anos do desenvolvimento
  • Personalidade – baixa autoestima, autocrítica excessiva, pensamento negativo recorrente e persistente
  • Hereditariedade – se algum familiar de primeiro grau tiver sofrido de depressão existe maior probabilidade da pessoa também poder sofrer
  • Alterações hormonais – alterações, nomeadamente, nas hormonas do stresse (cortisol)

Depressão: sintomas e sinais

A depressão pode manifestar-se de diferentes formas. A seguir apresentamos apenas alguns dos sintomas de depressão mais comuns.

  • Tristeza
  • Irritabilidade
  • Oscilações de humor
  • Apatia
  • Diminuição do interesse ou prazer nas atividades
  • Alterações no apetite, sono e desejo sexual
  • Isolamento social
  • Dificuldade no raciocínio, concentração, memória e tomada de decisão
  • Cansaço ou perda de energia
  • Dores musculares
  • Agitação ou lentificação motora
  • Desleixo com a aparência física
  • Crises de choro
  • Autocriticismo ou sentimentos de culpa
  • Desesperança
  • Sensação de vazio
  • Pensamentos acerca da morte, ideias de suicídio ou tentativas

Como saber se tenho depressão?

Faça o teste de depressão!

O reconhecimento destes sinais de depressão é o primeiro passo para superar a depressão!

Nas duas últimas semanas, sentiu ao longo do dia e quase todos os dias os seguintes sintomas?

  • Tristeza persistente
  • Diminuição do interesse e prazer em todas ou quase todas as atividades
  • Perda de apetite e peso ou aumento do apetite e peso
  • Insónia ou hipersónia (dormir demais)
  • Agitação ou lentificação psicomotora
  • Fadiga ou perda de energia
  • Sentimentos de culpa ou desvalorização pessoal
  • Dificuldades no raciocínio, concentração ou indecisão
  • Pensamentos acerca da morte, ideias suicidas e/ou tentativa de suicídio

Se 5 ou mais dos sintomas de depressão acima descritos estiveram presentes em todos ou quase todos os dias, é possível que esteja a vivenciar uma depressão.

Sugerimos a procura de um profissional para que possa ser feita uma avaliação precisa do seu caso e tenha o acompanhamento adequado

Como combater a depressão

Tratamento para a depressão existe?

Sim! É possível superar a depressão. A abordagem farmacológica continua a ser o método mais utilizado. Contudo, esta abordagem foca-se na atuação sobre os sintomas da depressão e pode ter efeitos secundários, podendo provocar, por exemplo, lentificação motora, prejuízo na capacidade de raciocínio e diminuição do desejo sexual.

O acompanhamento psicológico, por sua vez, atua sobre a origem da depressão, procurando intervir diretamente na(s) sua(s) causa(s). Os sintomas são eliminados através da implementação de alterações comportamentais e cognitivas e a pessoa adquire estratégias cognitivas, emocionais e comportamentais para lidar eficazmente com situações de vulnerabilidade no presente e futuro.

Se quiser esclarecer dúvidas ou receber orientações personalizadas à sua situação, poderá fazê-lo através da consulta informativa gratuita. Ligue 913 400 204 ou envie email para geral@recriarsentidos.pt.