Dias úteis: 09h às 20h | Sábados: 10h às 18h 913 400 204 geral@recriarsentidos.pt

Sente a sua vida limitada pelo medo? Necessita de se deslocar mas tem receio de conduzir?
Conheça melhor a emoção – medo e saiba neste artigo tudo sobre o medo de conduzir e como o ultrapassar!

O que é o medo?

O medo é uma emoção primária e natural, necessária à nossa sobrevivência. Quando o medo que sentimos é excessivo em relação ao perigo real de determinada situação ou objeto, estamos perante o desenvolvimento de uma fobia. Assim sendo, a fobia – o medo excessivo e irracional faz-se sentir através de um intenso desconforto e de uma invalidação no dia-a-dia em várias áreas do funcionamento.

As fobias específicas referem-se ao medo de objetos ou circunstâncias ambientais muito específicas. Por exemplo, as situações como alturas, andar de avião, de elevador, conduzir, atravessar pontes, estar em lugares fechados ou escuros, sangue, injeções ou ferimentos, de animais como aranhas ou cães.

Então, perante a presença ou antecipação da situação ou objeto temidos, é comum sentir:

  • Taquicardia
  • Suores
  • Tensão muscular
  • Dificuldade em respirar
  • Sensação de congelamento
  • Tremores
  • Tonturas
  • Necessidade de fuga
  • Evitamento

Tem medo de conduzir?

De facto, o medo de conduzir não é muitas vezes revelado mas sentido por muitos indivíduos. Assim, são causas comuns a insegurança, más experiências de condução e alguns traumas decorrentes de acidentes.

O medo conduz frequentemente ao evitamento e, muito facilmente pode deixar de conduzir ou nem sequer chegar a tirar a carta de condução. Geralmente estas dificuldades agravam-se com o decorrer do tempo e pode ser-lhe difícil ultrapassar sozinho/a este medo. Então o que fazer para o ultrapassar?

Medo de guiar – Como ultrapassar?

5 dicas para vencer o medo de conduzir

  1. Comece por identificar a origem do medo
  2. Enfrente os seus receios – se evitar conduzir estará a reforçar o seu medo e tornar-se-á cada vez mais limitativo
  3. Exponha-se de forma gradual – comece por se expor à situação que lhe cause menos ansiedade (ex: comece por conduzir num local isolado, longe do trânsito e de distratores)
  4. Repita e pratique regularmente – apesar do desconforto, se quiser ser bem-sucedido/a é importante ser persistente e não desistir
  5. Parabenize-se por cada conquista! São os “pequenos” ganhos que o levarão a ultrapassar o medo

Ainda que lhe pareça difícil, é possível ultrapassá-lo.

A investigação científica tem comprovado a eficácia da Terapia Cognitivo-Comportamental na resolução de fobias.

Disponibilizamos uma sessão informativa gratuita e sem compromisso de continuidade na qual poderá saber mais sobre esta intervenção e como o/a pode ajudar a ultrapassar o seu medo.